"Desperte sua força Interior com o Livro "Mulheres Extraordinárias"

Priscilla Couto

Mentora de Carreira

Recomendações da Pri, essenciais para acelerar sua Recolocação

Faço tudo que posso, mas não consigo minha Recolocação.

Isso é o que mais ouço quando converso com profissionais que estão em busca de recolocação e quando detalho suas ações, há sempre algumas coisas que precisam ser ajustadas, para um melhor resultado.

Segundo o IBGE temos mais de 14 milhões de profissionais desempregados e você não pode permitir que coisas simples, afastem suas oportunidades.

Neste artigo, ou melhor: neste manual, compartilho 08 ações essenciais que vão acelerar sua recolocação.

Aproveite e boa leitura!

1. Reserve um tempo para acalmar suas ideias

Ser demitido gera vários sentimentos e sair procurando oportunidades logo de cara, pode não ser uma boa estratégia.

Reserve os próximos 15 dias para colocar os sentimentos e algumas coisas da vida em ordem. Faça uma avaliação do seu desempenho nos últimos anos, repense em algumas atitudes e avalie o que pode mudar, análise o mercado e considere o que precisa aprender para concorrer com os demais.

Maria Ines Felipe, Palestrante e Consultora de Carreira, aconselha praticar o autoconhecimento:

Olhar para dentro de si, reconhecer suas potencialidades, competências e apropriar disso tudo para se vender, faz com que a entrevista aconteça, da melhor forma. Não dá para vender o que não tem para entregar.

2. Mantenha seu currículo atualizado

Seu currículo é o primeiro documento que chega as mãos do recrutador, portanto cuide da sua primeira imagem para o recrutador.

Personalizar seu currículo vai te deixar mais próximo da vaga, destacando informações importantes para ser escolhido.

Não adianta ter apenas um currículo qualquer, é preciso que o documento reflita suas atividades, reflita seus resultados para a vaga.

O objetivo é que o recrutador leia e de cara já te chame.

Leia artigo: Você não precisa ter um currículo “bonitinho” para chamar atenção do Recrutador, e tenha o passo a passo para criar o seu do zero.

3. Aprender cada vez mais

Quantas coisas novas você aprendeu nos últimos seis meses? Ainda me assusto com a quantidade de pessoas que não estão preocupadas em aprender nada novo.

Se manter atualizado reduz a concorrência e não faz com que você seja um profissional obsoleto. Quanta coisa mudou nos últimos 2 anos e você continua como mesmo conhecimento.

E não vem com essa desculpa que não tem tempo e nem dinheiro. Nos últimos dois anos, muita coisa gratuita foi liberada. Quanto ao tempo, tenho certeza que você esteve muito tempo nas redes sociais ou vendo netflix (que eu adoro), então com certeza da para adaptar diversão com o aprendizado e reservar uma hora do dia, duas vezes na semana para se especializar, não acha?

Aproveite os 67 cursos gratuitos que estão neste artigo da Exame.

4. Largue agora a zona de conforto

Pode ser legal fazer tudo sempre do mesmo jeito, mas saiba que não para sua recolocação, isso é péssimo!

Cada vez mais que você mantém essa atitude, você fica mais longe do que deseja. O mercado quer profissionais com atitudes, motivados para entregar resultados, abertos para aprender coisas novas e isso só acontece, quando a gente ousa arriscar e saímos da bolha do que já sabemos.

Suyane Brito é Consultora de Carreira e Facilitadora de Treinamentos e compartilha um grande aprendizado:

Um dos maiores erros é querer as melhores oportunidades, mas não se capacitar para estar ao nível de concorrência.

5. Aprenda se vender na Entrevista

O momento da entrevista é a cereja do bolo. O objetivo é conhecer um pouco mais sobre o candidato e sua trajetória.

Se você tem dificuldade de falar sobre isso, não se sente confiante e não se prepara para o processo seletivo, com certeza terá dificuldade para se recolocar.

Você só tem uma única oportunidade para se destacar, então não a perca.

Vejo muita gente preocupada enviar currículo, ser chamado para entrevista, mas poucos estão preparados de fato.

Além de demonstrar confiança, você precisa se vender e isso quer dizer que todas as suas respostas precisam levar para esse direcionamento.

Assista o vídeo Como se destacar para as entrevistas e saiba mais.

6. Valorize sua Rede de Relacionamento

Muitos profissionais não se preocupam com seus relacionamentos, e o pior só procuram quando precisam e isso é péssimo para sua imagem.

Desde o início da carreira, é importante construir laços. Todos os profissionais com que você atuou, são importantes para a divulgação da sua imagem.

Muitos não concordam, mas indicar profissionais para vagas acontece muito e vai acontecer cada vez mais, principalmente para cargos mais estratégicos.

Você deve estar se perguntando: como ser indicado? A resposta é simples: valorize sua rede de relacionamento, conte as pessoas que está buscando, se mostre disponível para ajudar.

7. Torne o LinkedIn sua vitrine

Se você pensa que ter apenas ter um perfil no LinkedIn, vai trazer algum resultado, saiba que isso não vai acontecer.

Como toda rede social, seu crescimento é orgânico e construído através da interação.

De nada adianta ter um perfil e ficar sentado, esperando as coisas acontecerem.

93% dos recrutadores estão no LinkedIn, contratando profissionais. Segundo informações do próprio LinkedIn, quatro profissionais são contratados por minuto.

Ao chegar no seu perfil, as pessoas querem conhecer um pouco mais sobre você, e isso não é apenas profissional.

O olhar do recrutador é voltado para descobrir quem é você, como está se relacionando, que conteúdo tem postado e como está utilizando seu perfil como sua vitrine.

Se você não está fazendo nada disso, saiba que está perdendo oportunidades de ser visto pelo mercado.

Quem está fazendo isso tem retorno e está voltando para o mercado, por isso coloque em prática.

8. Acredite no seu potencial

A nossa maior luta diária, não é com o mundo externo, e sim com o que acontece aqui dentro.

Sua mente pode e vai ser a sua pior inimiga, se você permitir que pensamentos, crenças, situações do passado, ainda estejam na sua mente.

Já entrei pela vida, ótimos profissionais que não demonstravam nenhuma confiança.

Acreditar em você é a certeza, que fará o seu melhor!

Tem uma frase do Mario Sérgio Cortella que diz:

Faça o seu melhor, na condição que tiver, enquanto não houver condição de realizar melhor ainda.

Meu amigo, minha amiga,

Retornar ao mercado não está fácil, mas tem horas que precisamos deixar de lado situações que não temos nenhum controle: o que pede o processo, se o recrutador da ou não retorno, o que ele pode estar pensando, etc.

Chegou o momento de assumir sua responsabilidade pela sua Carreira e pelas escolhas que fez até aqui.

Tem gente com a vida parada a mais de 2 anos e outros que aproveitaram para voar!

Esse pequeno manual é uma síntese de ações que precisam ser feitas, e estamos descuidando ou não realizando na íntegra.

Sei que colocar algumas coisas em prática pode ser complicado, mas se você não fizer, quem fará?

Portanto, quebre suas barreiras, não dê bola para o julgamento dos outros, valorize as pessoas ao seu lado e confiam em você, invista em você e planeje ações eficazes para o seu crescimento.

Espero que tudo que compartilhei até aqui faça sentido e dê um chocalho na sua vida!

Beijocas e nos vemos na semana que vem.

Priscilla Couto

Mentora de Carreira