"Desperte sua força Interior com o Livro "Mulheres Extraordinárias"

Priscilla Couto

Mentora de Carreira

Será que apenas o primeiro lugar vale a pena?

Todo mundo quer sempre ser o primeiro, mas será que vale a pena?

Os esportes sempre nos ensinam muitas coisas e nesta edição das Olímpiadas: Leo Dias, Simone Biles e a nossa Fadinha Rayssa Leal me fizeram refletir.

Leo Dias, atleta da natação ficou em sexto lugar e estava tão feliz, que parecia ter o ouro no peito.

Em contrapartida, o campeão não parecia nem nenhum pouco satisfeito, ganhou o ouro, mas não bateu o recorde.

Simone Biles, favorita na Ginástica, deixou a competição para cuidar da sua saúde mental, bato palmas para essa atitude. Eu nem imagino o que ela passou para estar ali.

Nossa fadinha de 13 anos Rayssa Leal, arrasou nas suas performances, interação com as concorrentes, o sentimento que ela transmitia era que estava se divertindo com tudo aquilo. E mesmo que não tivesse uma medalha no peito, estava super feliz com tudo que conquistou.

E vendo isso tudo, me lembro de quantas vezes fiquei arrasada e put@, por um monte de coisa que não aconteceu do jeito que eu queria. (vergonha passou por aqui)

E a mesma coisa acontece, quando ouço isso de alguns profissionais:

— Tudo da sempre errado… Essa semana fiz 3 entrevistas e não fui aprovado em nenhuma.

— Participei de um processo seletivo com 500 pessoas, fui até o final, mas depois fui reprovado.

— É muito difícil conquistar as coisas, estou há 10 anos na mesma empresa e quero mudar de emprego e não consigo nada.

Opa, opa, opa… vamos avaliar essas respostas aqui:

1. Muitos profissionais enviam CV diariamente e não tem a possibilidade de participar de uma entrevista e você foi a 3 e está reclamando, mesmo tendo a oportunidade de se “vender” para 3 empresas diferentes.

2. Superou 500 profissionais para uma vaga e está achando tudo ruim? Você ficou entre os melhores e com certeza apenas 1 seria aprovado.

3. Está na empresa há 10 anos e nunca conquistou nada? Mesmo sendo promovido 3 vezes.

Quantas vezes a gente reclama de barriga cheia, né?

Não se deixe agir pelas emoções imediatas, avalie o que conquistou até aqui, agradeça pelo que conquistou, mesmo na dificuldade.

Lembre-se de olhar o copo meio vazio ou meio cheio, lembra?

Não generalize tudo, não permita que todo o seu dia vire um inferno, devido a um aborrecimento de 10 minutos.

Tudo acontece no seu tempo e você precisar estar preparado, para quando tudo se realizar.

Sei o quanto está complicado, mas você não precisa construir todo esse caminho sozinho.

A Mentoria para Carreira é indicada para esse acompanhamento, apoio, incentivo e aumento da sua performance, em 30 dias.

Priscilla Couto

Mentora de Carreira